Portela Divulga Sambas Concorrentes Para o Carnaval 2019
08/08/2018 23h00 - Redação Publicando News

A Portela realizou a inscrição dos sambas-enredo concorrentes para o Carnaval 2019 nesta quarta-feira (8), na quadra da escola em Madureira.

A apresentação das obras, sem cortes, vai acontecer no dia 18 (sábado), a partir das 14h, com entrada franca. As demais eliminatórias, no entanto, serão sempre aos domingos. Somente a finalíssima, marcada para o dia 5 de outubro, será sexta-feira.

No ano que vem, a Portela será a terceira escola a desfilar na Segunda-feira de Carnaval, com o enredo "Na Madureira moderníssima, hei sempre de ouvir cantar uma Sabiá", desenvolvido pela carnavalesca Rosa Magalhães.

Ouça os sambas 

CELSO LOPES, CHARLLES ANDRÉ, RAFAEL GIGANTE, VINICIUS FERREIRA, ANDRÉ DO POSTO 7, BIRA, JEFFERSON e GUERA

RAIOU EM MADUREIRA NOVAMENTE
PARA ABRAÇAR A SUA GENTE
QUE SEGUE A TE OUVIR CANTAR
RESPLANDECEU SOB O CHAMADO DE UM SONHO MEU
É FESTA, É RITUAL, VOCÊ E EU
NOSSOS FIÉIS AOS PÉS DO ALTAR
VEM NO AGUERÊ ODARA
É CLARA A LUZ NO MEU OLHAR
NO MEU "INTERIOR", GUERREIRA GUARDIÃ
FILHA DE OGUM COM IANSÃ

AH EPARREI
GUARDE OS CAMINHOS DA PORTELA
TEM GINGADO E CHOCALHO NA CANELA
MESTIÇA DA SAIA RENDADA
SALVE O SAMBA! SALVE A SANTA! SALVE ELA!

É LINDO TE REENCONTRAR
AQUI SEMPRE FOI "SEU LUGAR"
SINTO AO PISAR NESSE CHÃO
AQUELA EMOÇÃO DE OUTROS CARNAVAIS
NÓS SOMOS A CARA DO BRASIL
QUE O MODERNISMO RELUZIU
A NOSSA HISTÓRIA O TEMPO NÃO SEPARA!
É A PROCISSÃO DO SAMBA AO SOM DA TABAJARA

PRA SEMPRE É PRA SEMPRE, O AMOR NÃO TEM FIM
NÓS SOMOS UM SÓ, VOCÊ VIVE EM MIM
NO NINHO DA ÁGUIA, NA RUA DE UM SABIÁ
MEU CORAÇÃO FOI MORAR!

Thiago na Fé, Bruno Lima, Leandro Maninho, Carlinhos Petisco, França Junior, Machadinho, Filipe Acaf, Serginho 20, Henrique Hoffman e Paulinho Valença
Participação Especial: China Estácio e Serjão da Penha

Hoje, o povo desce a ladeira
Riscando o chão de Madureira
Na sua arte popular
Leva, no voo da Águia altaneira
A cultura pioneira com o seu cantar
Brilha! É o moderno que desfila
A tradição de emocionar
Eternizado por Tarsíla, é o meu lugar!

NO CARNAVAL O BLOCO DE RUA, SOU EU!
O CANDOMBLÉ, A UMBANDA, O TERREIRO, SOU EU!
A ALEGRIA DA ARTISTA BRASILEIRA
O SORRISO DA MINEIRA
CELEIRO DE BAMBAS, SOU EU!

A brasilidade veio do interior
Chegou na voz que encantou Minas Gerais
No rebolado da morena mestiça
Herança mais rica de Mané Serrador
Subiu o morro evocando os orixás
Dançou na mata como ancestrais

TURBANTE BRANCO, PÉS DESCALÇOS NA AREIA
O PALCO INCENDEIA, Ô! CLAREIA

Vem cantar de novo, sabiá
No azul e branco do altar
De uma estrela sempre a brilhar
Voa, pra matar essa saudade
Sacudir uma cidade fã
Da filha de Ogum com iansã

OLHA QUEM CHEGOU TRAZENDO CLARA GUERREIRA
DE OSWALDO CRUZ E MADUREIRA
ESPALHANDO ENCANTOS POR TODA PASSARELA
PORTELA! (Minha Portela)

Eliane Faria, Eli Penteado, Gerson PM, Franco Cava, Sônia Pedro, Arnaldo Rippel, Alexandre Fernandes, Víctor do Chapéu, Carlinhos do Cavaco e Marcos Glorioso

Eparrey Oyá! Deixa Clarear!
Abram caminhos, Madureira chegou
Moderna pintura, perfeita aquarela
É Clara e Portela num quadro de amor?
Na tela do "meu lugar"
Tem jaqueira onde canta a Sabiá
Morena brejeira, tecendo a canção
Bordada nas cores de uma nação

Tem zabumba e viola, tem triângulo e pandeiro
E uma lua, candeeiro, pra "alumia"
Tem saudade da Dindinha, do interior de Minas
E sanfoneiro pra te conquistar

Mergulhou no azul da Portela
Se banhou na lira dos poetas
Com gingado amarrado na canela
Será que ela é do samba?
Será que o samba é ela?
Saia rodada no jongo da gira na areia
De pés descalços na beira do mar é sereia
Guerreira da fé guardiã
Na proteção de Ogum e Iansã

Oo oo! É de Ketu, de Angola, de Jeje e Nagô
Oo oo! É um banzo, é reza, lamento de dor
Ilu Ayê, Ilu Ayê? Oh Clara!
Sagrada é sua voz ? Odara!

Salve Nossa Senhora e os Orixás
Oferendas em notas musicais
Voa águia ao infinito e vai buscar
De volta a estrela para o nosso altar

Toninho Nascimento, Luiz Carlos Máximo, Manu da Cuíca, Anderson Paz, Elias Camilo, Fabiano Paiva e Pedro Ambrosio

CLAREOU
SOB O CÉU SUBURBANO, FESTEIRO
DE UM RIO MESTIÇO, MANDINGUEIRO
QUE É DE SAMBA, MALANDRO, JONGUEIRO
BAMBA NO TERREIRO, COM SEU GUAIÁ
E MADUREIRA
SE ETERNIZOU NA TELA MODERNA
QUE A PORTELA FOI NO PASSADO BUSCAR

Ô MESTRE
TRAZ O PANDEIRO E A VIOLA
QUE EU QUERO VER
SE A MOÇA DE SAIA RENDADA REBOLA
REBOLA, OI, REBOLA
QUE EU QUERO VER
SE A MOÇA DE SAIA RENDADA REBOLA

ELA SE ENLAÇA NO SONHO QUE PASSA
TRAZ AS TRÊS RAÇAS
NA BAGAGEM E VEM
ENCONTRAR O CANTO DA BRASILIDADE
COM A CLARIDADE QUE UM SER DE LUZ É QUE TEM
CLARA MINEIRA É A GUERREIRA QUE VENCE
E O PORTELENSE SE VÊ COMO CLARA TAMBÉM

EU ANDEI NA AREIA QUE É DE IEMANJÁ
CATANDO CONCHAS PRO SEU COLAR

DANÇOU FELIZ
PELAS MATAS, BAMBUZAIS
FEIRAS, SERTÕES E GONGÁS
AGORA JÁ NÃO DANÇA MAIS
A SAUDADE COM O MANTO AZUL E BRANCO
SAI DA ETERNIDADE
VOA PRA VOLTAR
E A MAGIA DA DEUSA REVIVIDA
SE ENCANTA NA AVENIDA NUMA SABIÁ

BATE O TAMBOR DE MADUREIRA
ANUNCIOU QUE VAI RELAMPIAR
NO VERSO DO VENTO
O AXÉ DA MORENA
CHEGOU YAÔ DE OYÁ
CHEGOU YAÔ DE OYÁ

Samir Trindade, Elson Ramires, Neizinho do Cavaco, Paulo Lopita 77, Beto Rocha, Rafael Bula e Girão


Nunca te deixei Portela
Fiquei em cada saudade
Meu povo mestiço me espera
Sou eu a claridade
Lembro dos festejos pelas ruas
O pandeiro alegrando o clarão da lua
O meu lugar amor sem fim
Desabrochou em mim
Voei, pra encontrar a minha paz
Pelos seus carnavais

Morena, moreninha, já nasci guerreira
Cantei o Brasil, eu sou a tal mineira
Êh êh o mar, êh êh baiana
Chocalho na canela, baianinha iorubana

E nos terreiros, (no Rio de Janeiro)
Louvei meus orixás
Fio de contas e o meu colar de fitas
A cabeça colorida, nas areias, bambuzais
Sou filha de santo meu pai é Ogum
Não temo quebranto, nem mal nenhum

Eparrei Oyá Oyá, já clareou Yansã clareia
Eparrei Oyá Oyá, trovejou em Madureira

Um lindo samba clareando a poesia
Mostra que hoje é aquele "até um dia"
Vejam uma luz pairando sobre nós
É a Portela em uma só voz

Clara laiá lalaiá lalaiá canta sabiá
Clara laiá lalaiá lalaiá volta meu sabiá
Clara laiá lalaiá lalaiá voa sabiá
Clara laiá lalaiá lalaiá volta meu sabiá

Jorge do Batuke, Valtinho Botafogo, Rogério Lobo, Beto Aquino, Claudinho Oliveira, José Carlos, Zé Miranda, D?Dousa, Araguaci
Participação Especial: Fábio do América

AXÉ? SOU EU,
MESTIÇA, MORENA DE ANGOLA, SOU EU.
NO PALCO, NO MEIO DA RUA, SOU EU.
MINEIRA FACEIRA, SEREIA A CANTAR, DEIXA SERENAR?
QUE O MAR? DE OSWALDO CRUZ A MADUREIRA
MAREIA? A BRASILIDADE DO MEU LUGAR.
NOS VERSOS DE UM CANTADOR,

O CANTO DAS RAÇAS A ME CHAMAR. ôôôôô?
DE PÉ DESCALÇO NO TEMPLO DO SAMBA ESTOU,
É ROSA? É RENDA? PRA ÁGUIA SE ENFEITAR.
FOLIA, FURDUNÇO, IJEXÁ.
NA FESTA DE OGUM BEIRA-MAR,
É PONTO FIRMADO PROS MEUS ORIXÁS.

EPARREI OYÁ, EPARREI?
SOPRA O VENTO, ME FAZ SONHAR
DEIXA O POVO SE EMOCIONAR BIS
TUA FILHA VOLTOU MINHA MÃE

PRA VER A PORTELA TÃO QUERIDA
E FICAR FELIZ DA VIDA
QUANDO A VELHA GUARDA PASSAR.
A NEGRITUDE AGUERRIDA EM PROCISSÃO.
MAIS UMA VEZ DEIXEI LEVAR MEU CORAÇÃO,
A PAULO, MEU PROFESSOR,
NATAL NOSSO GUARDIÃO,
CANDEIA QUE ILUMINA O MEU CAMINHAR.
VOLTEI ?A AVENIDA SAUDOSISTA,
PRO AZUL E BRANCO MODERNISTA? ETERNIZAR.
VOLTEI E FIZ UM PEDIDO À PADROEIRA, NAS CINZAS DESSA QUARTA-FEIRA? COMEMORAR.

NOSSAS ESTRELAS NO CÉU, ESTÃO EM FESTA.
LA VEM PORTELA COM AS BENÇÃOS DE OXALÁ.
NO CANTO DE UM SABIÁ,
SAMBANDO ATÉ DE MANHÃ,
SOU CLARA GUERREIRA, A FILHA DE OGUM COM IANSÃ.

Alex de Souza, Ruy Barros, Miguelzinho PQD, Marcinho Diaz, Cleiton de Itajaí, Natan Vieira, Rômulo de Barros, Silvano Rocha, Rafinha Bayern Munchen

RAIOU? A MINEIRA NO SAMBA CHEGOU
COMO UMA TELA PIONEIRA
JAMAIS SERÁ ESQUECIDA
ETERNA EM MADUREIRA
COM BALANGANDÃS A JAQUEIRA
ENCONTRA DESCALÇA NA AREIA
A FILHA DE OGUM COM IANSÃ

MAREJOU MEU OLHAR, MAREIA
QUE SAUDADES QUE DÁ, CLAREIA!

O SEU CANTAR TEM O FEITIÇO MAIS BONITO
COMO ENCANTO QUE ASSIM FAZ DESPERTAR
A BRASILIDADE DESTE POVO TÃO MESTIÇO
E O SINCRETISMO DA CULTURA POPULAR

EPARREI, OYÁ! É MARÉ CHEIA
NO TAMBOR DE OXALÁ, CONTO DE AREIA
DE MANTO BRANCO A PISAR NA PASSARELA
OGUNHÊ, SABIÁ! É PORTELA!

PORTELA?
NO TEU SUBÚRBIO EM VERSO E PROSA
O MITO DE VOZ MAVIOSA
EMBALA O TOM DAS NOSSAS EMOÇÕES
NA RUA, NO PARQUE, NA FEIRA
HOJE CANTA MADUREIRA
MODERNA MOSTRA DO SEU BATUCAJÉ
O SER DE LUZ QUANDO CHEGA NO TERREIRO
ILUMINA A NOSSA ARTE E FÉ

ÔÔÔÔÔ, CLARA GUERREIRA!
A MAJESTADE DO SAMBA
BALANÇA NO SEU CANJERÊ
AH! QUE ALEGRIA!
NA AVENIDA PODER ESTAR COM VOCÊ

Edson modesto

PORTELA AMANHECEU CHORANDO
A LUA SE ESCONDEU PRA NÃO CHORAR
O PRANTO SE ESPALHOU POR TODO CANTO
QUANDO O SEU CANTO
EMUDECEU, NÃO QUIS CANTAR

*TRISTEZA TOMOU CONTA DO MEU CORAÇÃO
IMPLODINDO NO MEU PEITO ESTA DOR
DOR TÃO DANADA DE DOER
QUE AINDA ME FAZ SOFRER DE AMOR*

QUANTO MAIS EU SINTO SUA AUSÊNCIA
QUERO TER SUA PRESENÇA ENTRE NÓS
GUERREIRA, RAINHA, MINEIRA
FILHA DE OGUM COM IANSÃ

CLAREIA E VEM PARA A AVENIDA
QUE MADUREIRA
LHE ESPERA PRA SAMBAR

AQUI SUA VIDA TEM MAIS VIDA
SUA AUSÊNCIA É MAIS SENTIDA
HEI SEMPRE DE OUVIR O SEU CANTAR
SABIÁ!

Ciraninho, Alceu Maia, Alex Magno, William Carpete, Rafael dos Santos, Flavinho Bento, Angel Portela

EPARREI! OYÁ!
FILHA DE OGUM COM IANSÃ?
A ÁGUIA TE LEVA DE NOVO
AOS BRAÇOS DO POVO NUM TOQUE DE OGÃ
SAUDADE INVADE TODA PASSARELA
EU NUNCA VI COISA MAIS BELA
OH MINEIRA? FLOR MULHER?
RENASCE NO SAMBA
MORENA DE ANGOLA COM SURDO, SANFONA E VIOLA
BRILHOU LUA CHEIA DE AXÉ
DE SAIA RENDADA MORENA DE ANGOLA
BRILHOU LUA CHEIA DE AXÉ!

ATABAQUES NO TERREIRO DE OSWALDO CRUZ
NO ALTAR DO SAMBA UM SER DE LUZ
MAREIA, MAREIA? MAREOU
CLAREIA, CLAREIA? CLAREOU

ATÉ O MAR SERENOU
QUANDO ELA PISOU NA AREIA
CLARA SE FEZ ENDEREÇO
NAS TERRAS DE PAULO E CANDEIA
LINDA PEDIU LICENÇA
A VELHA GUARDA PARA GIRAR
GIRA DE PÉS NO CHÃO COM AS YABÁS
PORTELA A POESIA TE ILUMINA
NO TOM DE UMA VOZ DIVINA
BRASILEIRA E IMORTAL
NESSE CARNAVAL, VAI TER IJEXÁ
SARAVÁ

É CLARA GUERREIRA LÁ VEM TROVOADA
CHEIRO DE MATO E TERRA MOLHADA
LÁ VEM MADUREIRA EMOCIONAR
NO CANTO DE UM SABIÁ

Tadeuzinho, Antônio Rodrigues, Orlando Freitas, Bia Lopes, Dener do Reco, Carlinhos do Óculos, Luiz Carlos D?avenida, Sidinho da Cuica Pernambuco

VOU MAIS UMA VEZ BUSCAR
JUNTO AOS MEUS FILHOS QUE ME ADORAM
UMA NOVA ESTRELA PRA BRILHAR;;; EM NOSSO PAVILHÃO
CLARA GUERREIRA? MINEIRA FACEIRA
SEU CANTO AQUI SE FEZ MAIOR
EM OSWALDO CRUZ E MADUREIRA
TRADIÇÕES CULTURAIS? CONHECEU
SUA BRASILIDADE? VALORIZOU
O MODERNISMO DE MADUREIRA
EM SUA IDENTIDADE INCORPOROU
FILHA DE OGUM COM IANSÃ
O SEU CANTO CORREU CHÃO
DA MAJESTADE ÉS AMOS EM POESIA
ETERNIZADA EM TELA POR TARSILA

CLAREIA, CLAREIA!
CLARA CLAREIA ESSE CENÁRIO MULTICOR
CHEIO DE ENCANTO E DOCE MAGIA
ASSIM ATÉ O MAR SERENOU

ECOOU! UM GRITO FORTE NESSA AVENIDA
É A SUA HISTÓRIA HOJE CONTADA
SÃO TANTAS EMOÇÕES? FAZENDO O POVO DELIRAR
PORTELA? PORTELA! ALTANEIRA ÉS A ÁGUIA A VOAR
NESTE CÉU AZUL E BRANCO
COMO É BOM RECORDAR!
DA MINEIRA GUERREIRA
DE UM CANTO LINDO? UM SABIÁ!
DANÇAS, CANTAR E SER FELIZ
É O QUE ESSE POVO SEMPRE QUIS

SEGURA! QUE LÁ VEM PORTELA É BOM SE SEGURAR Ô
VAI LEVANTAR POEIRA
CLARA GUERREIRA É NOSSO CARNAVAL

Seu Barroso, Ribeiro Afonso
Participação Eespecial: Enidio Guimarães, Robertinho Sorriso

PORTELA É UM CANTO DE AMOR
O SAMBA É AROMA PELO AR
MADUREIRA, SEMPRE VOU LEMBRAR
OS SAUDOSOS CARNAVAIS
O CORETO DA GRANDE TORRE EIFFEL
DAS BATALHAS MUSICAIS

CLAREIA, CLAREIA, ENCANDEIA MEU SABIÁ
NO CANTO DE AREIA, SALVE TODOS ORIXÁS

FILHA DE OGUM COM IANSÃ
TRAZ NOS BALANGANDÃS SUA NOBREZA
VESTIDA DE AZUL E BRANCO
A COR DO SEU MANTO, QUE REALEZA
EXEMPLO DE MULHER, MESTIÇA PORQUE É
DA NAÇÃO BRASILEIRA
TURBANTE COR DO CÉU, NA BORDA DO SEU VÉU
MINEIRA, CLARA GUERREIRA
BRASILIDADE, CUMPLICIDADE, ABNEGAÇÃO
CANTOU XOTE E FORRÓ, BOLERO E SAMBA CANÇÃO
NOS TERREIROS DE UMBANDA, CANDOMBLÉ
SUA FAMA CORREU CHÃO

VOU ERGUER MINHA BANDEIRA
HOJE EU QUERO É SAMBAR, SAMBAR
MINHA ÁGUIA ALTANEIRA
PORTELA PARA SEMPRE VOU TE AMAR

Caixa D'água, Evandro de Irjá, Gaúcha da Portela, Jorge Remédio, Deco, Dr. Jairo, Nakamura, Leandro Nogueira, Marcos Carioca, Jayme César

SER DE LUZ QUE INCENDEIA
A CHAMA DA EMOÇÃO
SOU PORTELA E NÃO VOU SEGURAR
AS LÁGRIMAS MAREJAM O MEU OLHAR
MEU CANTO É DEVOÇÃO
A MINEIRA DE MADUREIRA E DO MEU CORAÇÃO
MEU LUGAR, CAMINHO DE INSPIRAÇÃO
MODERNA ARTE CULTURAL
O AMOR FLORESCE EM NOTAS MUSICAIS
O SAMBA ENCONTRA O SEU TALENTO DIVINAL
AOS ORIXÁS, NO TOQUE DO OGÃ
NASCEU A FILHA DE OGUM COM IANSÃ

CLAREOU? SUA FÉ
NOS TERREIROS DE UMBANDA E CANDOMBLÉ
DESCALÇA E DANÇANDO, O MAR SERENOU
A ESSÊNCIA DE ANGOLA NA GIRA GIROU

EU NUNCA VI COISA MAIS BELA
ILUMINANDO A PASSARELA
VESTIDA COM O DIVINO MANTO
DE AZUL E BRANCO? SALVE ELA!
E MORENA?
NAS ASAS DA ÁGUIA VOOU
COM SUA BRASILIDADE AO MUNDO ENCANTOU
ÔÔÔÔÔÔ SEU CANTO ETERNIZOU
ÔÔÔÔÔÔ O POVO CANTA EU SEU LOUVOR

FIRMA O PONTO, CHEGOU MADUREIRA
LÁ VEM PORTELA DE CLARA GUERREIRA
ELA SE FOI PRA ALÉM DO LUAR
ONDE MORAM AS ESTRELAS, HOJE CANTA A SABIÁ

Marquinho do Pandeiro, FLlavio Viana, Charles Braga, Gustavo Henqrique, Rafael Cavaliere, Joseth Rodrigues, Edmar Jr, Fabio Xavier, Soneca, Denilson Sodre
Participação: Amado Osman, Rodrigo Indio, Jorge Corrêa, Saint Clair Cunha

O CANTO QUE ECOA NO AR?
ME FAZ NOVAMENTE SONHAR
É LUA QUE CLAREIA O MEU LUGAR
EMOLDURANDO MADUREIRA
PINTANDO EM CORES O MEU CARNAVAL
NA MODERNA ARTE BRASILEIRA
TOCA A VIOLA, FIRMA O PONTO CANDONGUEIRO
PUXA O FOLE NO GINGADO SANFONEIRO
E SUA VOZ CORRIA CHÃO
SEGUINDO OS ACORDES DA CANÇÃO

ENTRA NA GIRA MORENA DE ANGOLA
DE SAIA RENDADA E FIOS DE CONTAS
NO MEU TERREIRO AMOR
EU BATO FORTE ASSIM
PORTELA ÉS TUDO PARA MIM

VEM NESSE CORTEJO ME GUIAR
NO DIVINO ALTAR DO SAMBA
O VENTO QUE SOPRA MEU DESTINO
ME TRAZ, PRA SAUDAR MINHA SENHORA
DE AZUL E BRANCO A POESIA
VEM TE ENCONTRAR
VOA MAJESTADE E HOJE CANTA
PRA TE VER MAIS BELA, SABIÁ

OYA, OYA! FOI NO BATUQUE SINHÔ
QUE O TAMBOR ME CHAMOU

ENTRA NA RODA BAIANA E VEM GIRAR
É PORTELA QUEM CHEGOU?
FAZENDO O POVO SAMBAR
NO INFINITO UMA ESTRELA A BRILHAR
MEU OLHAR MAREJOU, VENDO O CÉU CLAREAR

David Correia, Madalena, Gilson Raiz da Flor, Fogo, Serginho Cataguases, Gilberto Esquina da Águia

PORTELA?
VAI BUSCAR LÁ NO INFINITO, SUA MUSA, SUA DEUSA
NO CANTAR DO SABIÁ, "Ê OYÁ"
MEU SUBÚRBIO HOSPITALEIRO
MADUREIRA EXPORTOU O FOLCLORE BRASILEIRO
CLAREOU OSWALDO CRUZ, MORENA MESTIÇA
MEU SER DE LUZ
COM MITOS, DE BRANCO, COM SEUS ORIXÁS
PELAS MATAS E BAMBUZAIS

SEU CANTAR, NEGRA DE ANGOLA
O SEU NOME CORREU CHÃO
BALANÇOU MEU CORAÇÃO

BOLEROS E CANÇÕES, CÉU MUDA DE COR
SABIÁ SE TRANSFORMOU, "JEJE NAGÔ"
NOS QUINTAIS E NOS TERREIROS
DE COLARES E TURBANTES PARA O AFRO BRASILEIRO
DANCEI O JONGO, MACUMBEI E CANTEI SAMBA
CLARA GUERREIRA NÃO TEM MEDO DE QUEBRANTO
UAI MINEIRA DA MODERNIDADE
A VELHA GUARDA, DA DINDINHA QUE SAUDADE

EPARREI? VOLTEI? CHEGUEI
PISEI, GIRANDO PELA AREIA DO MAR
DE PÉ NO CHÃO COM IANSÃ, VOU TE ENCANTAR
MAIS UMA ESTRELA, VIM DO CÉU BRILHAR

Gera, Ronaldinho FQ, Jurandir Terra, Alcino Pega Pega, Gigi da Estiva, Andre Kaballa, Rodrigo Sampaio, Carlinho do Ceasa

AH QUE LUGAR?
SEMEOU A BRASILIDADE EM SEU ALTAR
EMOLDURANDO UM CORTEJO POPULAR
ME CHAMO OSWALDO CRUZ E MADUREIRA
VOA SABIÁ? QUE UM DIA A ÁGUIA ABRAÇOU EM SEU NINHO
VEM CLAREAR O MEU CAMINHO TECE O FIO DO DESTINO
TECE A VESTE DOS SEUS ORIXÁS

Ê LÁ? VOU NA DANÇA QUE MÃE ENSINOU
RODA A SAIA QUE O VENTO ABENÇOA, YAÔ

SINTO EXALAR A POESIA EM LINDAS MELODIAS
VERSOS DE UM TROVADOR
O BRAÇO DA VIOLA APONTA O DESTINO, NUM SAMBA MENINO
SURGIU A VOZ QUE O BRASIL CONSAGROU

QUEM NÃO TEME QUEBRANTOS? É GUERREIRA
QUEM FAZ O MAR SERENAR? É SEREIA
SEREIA Ô CLAREIA
A LUZ NOS TERREIROS DE MADUREIRA

OOOOOO
DO CANTO DAS RAÇAS, AO CANTO DE AREIA
MORENA DE ANGOLA, "VAI RESPLANDECER A ESTRELA
MAIS UMA ENTRE TANTAS DO MEU PAVILHÃO PORTELA,
DE GENTE BAMBA, HUMILDADE E "PÉ NO CHÃO"
É ELA, UMA SAUDADE QUE INVADE O CORAÇÃO
MAREJA O MEU OLHAR
NO TEMPLO DO SAMBA AO TE REENCONTRAR

Ê MINEIRA DO BALANGANDÃ, HERDEIRA DO AXÉ DE IANSÃ
LEVANTA A ESPADA DE OGUM, PORTELA
É PAULO, RUFINO E NATAL
A VOZ DO MEU CARNAVAL, ÉS MAJESTADE NA PASSARELA

David Bruno, Luizinho Du Kavaco, Sheila Marques, Phabbio Salvatt, Gallo BR, Atonio de Matos


ABENÇOADO LUGAR
INSPIRAÇÃO PARA OS ARTISTAS
BAIRRO FESTEIRO, DE COMÉRCIOS E TERREIROS
TRADIÇÃO DO CARNAVAL
ONDE O MODERNISMO VEIO PRA FICAR

Ê? MADUREIRA, SANGUE AZUL CORRE NA VEIA
MADUREIRA É MAGIA, CANTA FORTE, INCENDEIA

E SURGE UM SER ILUMINADO, DIVINA LUZ
UMA ESTRELA EM OSWALDO CRUZ
AO VER O MAR E O CELEIRO DE BAMBAS
PELA AZUL E BRANCO SE APAIXONOU
LINDA MORENA CHEGOU DE MANSINHO
COM UM TEMPERO DIFERENTE, PRA GENTE
É A CLARIDADE, NOSSA SABIÁ
SEM TEMER QUEBRANTOS
DANÇOU, CANTOU SAMBAS E PONTOS
E REVELOU SUA IDENTIDADE

EPARREI IANSÃ! BELA OYÁ!
PATAKORI OGUM YÊ!
COM MUITO AMOR, MUITA FÉ
AOS ORIXÁS PEDIU AXÉ

SALVE A MINEIRA GUERREIRA
BRASILIDADE EMOLDURADA EM POESIA
ESSÊNCIA NEGRA DE ANGOLA
DEIXOU SAUDADE, FEZ HISTÓRIA
FIRMA TAMBOR TABAJARA!
QUE AS BAIANAS VÃO GIRAR AGORA

CLAREIA, CLAREIA, CLAREIA
PORTELA VEM BRILHAR Ô
CLAREIA, CLAREIA, CLAREIA
CANTA MADUREIRA, VOA SABIÁ!
GRUPO ÁGUIAS DA PORTELA

Samba dos Crias(Gaúcho, Camarão Netto,Nando Gigante, Wagner Muguinho, Pirique Neto, Thiago Maciel, Sergio Pinto, Fred Lima,Pitter, Marquinho
Participação Especial: Juliana Diniz, Zequinha Costa, Lelê do Cavaco, Dinho Santiago

VOA? VOA COM A ÁGUIA ALTANEIRA
NO CÉU DE OSWALDO CRUZ E MADUREIRA
RETRATA OS ANTIGOS CARNAVAIS
O TREM DA ARTE, HERANÇA POPULAR
MODERNISTA É O MEU LUGAR
SOAM OS ACORDES DA VIOLA
RAIOU, UM SER DE LUZ RESPLANDECEU!
TECEU A SUA TRAJETÓRIA
"É A TAL MINEIRA" DO CANTO MESTIÇO CRUZANDO FRONTEIRAS
"É A TAL MINEIRA" DA NOSSA ALMA BRASILEIRA
NO CÉU TROVEJOU INCORPOROU AQUI NO RIO DE JANEIRO
FOI NO MORRO, NOS QUINTAIS DO SAMBA
E SE VESTIU DE BRANCO NO TERREIRO

OGUNHÊ, A MEU PAI SARAVÁ!
EPARREY OYÁ, PÉ DESCALÇO NO GONGÁ

SUA VOZ ECOOU, FEZ O MAR SERENAR
ARRASTOU MULTIDÕES E PISOU NA AREIA
AO ENTARDECER ACENDE A"CANDEIA"
DECLAROU SEU AMOR PELA NOSSA BANDEIRA
O TEMPO PASSOU, AUMENTOU A SAUDADE
VOOU MEU SABIÁ!
TRILHANDO O SEU CAMINHO À ETERNIDADE
CLARA POR TI A MINHA LÁGRIMA ROLOU
TEU BRILHO FOI ALÉM DA IMENSIDÃO
MEU POVO CANTA EM FORMA DE ORAÇÃO
EU SOU PORTELA 95 ANOS DE AMOR
DO FRUTO DA JAQUEIRA FIZ RAIZ
SOU 22 VEZES MAIS FELIZ

MAREIA! ÔH CLAREIA!
CHEGOU PORTELA A MAJESTADE EM PROCISSÃO!
DE AZUL E BRANCO VEM CLARA GUERREIRA
PRA SEMPRE A ESTRELA DA CONSTELAÇÃO

Gabriel Guimarães O Poeta do Rio, Gadelha da Portela, Orlando no Bico da Águia, Bililico Jr, Eduardo Queiroz, Sérgio Daniel, Moisés Neguinho, Cassinho


CLAREOU É CLARA GUERREIRA
LÁ EM MADUREIRA ONDE CANTA O SABIÁ
TESOURO VINDO DAS MINAS GERAIS
DE ONDE SÃO SEUS ANCESTRAIS
CANTOU DIVERSIDADE BRASILEIRA
NESTE CENÁRIO ENCONTROU SUA RAIZ
NOS SERES DE LUZ, SUA DIRETRIZ
A FELICIDADE A SE PROPAGAR
FEZ A GIRA GIRAR

TIROU AS SANDÁLIAS, VESTIDO RODADO
CABELO ENFEITADO, TURBANTE E COLAR
MESTIÇA MORENA, BELEZA SERENA
COM OS PÉS DESCALÇOS E O POVO A CANTAR

Ê MAREIA, SEU CANTO ECOA NO AR
TRANSBORDANDO SEUS ENCANTOS
FAZENDO A GENTE SAMBAR
DEI SEU NOME À MINHA RUA
QUE ESTÁ ETERNIZADO NO MEU LUGAR
E LÁ DO CÉU ESSA ESTRELA NOS GUIA
SUA ARTE NA MELODIA DEIXOU SAUDADE
HOJE VEM BRILHAR NESTA AQUARELA
COM O MANTO AZUL E BRANCO DA PORTELA

VOA, VOA, MINHA ÁGUIA NA PASSARELA
A FILHA DE OGUM COM IANSÃ É ELA
QUE VEIO ILUMINAR COM SUA LUZ
SALVE! MADUREIRA, OSWALDO CRUZ

Edson Batista, Mário Carvalhal


OH! ÁGUIA
O SEU CANTO REFLETE O MEU LUGAR
ONDE A CULTURA É MISCIGENADA
ETERNO BERÇO DA PAZ E DA ALEGRIA
DAS FESTAS, RODAS E BATUCADAS
NOS PRIMÓRDIOS DOS CARNAVAIS DE RUA
JÁ SE REPRODUZIA A TORRE ENCANTADA
QUE EM ÓLEO NA TELA TARSILA ETERNIZOU
A BELA OBRA QUE O MUNDO CONSAGROU
UM TOQUE DE MODERNIDADE EM SEU OLHAR
É MADUREIRA SEMPRE PRONTA A TE ABRAÇAR

VEM MORENA
QUE EU QUERO DANÇAR COM VOCÊ
UM SAMBA GOSTOSO ATÉ O DIA CLAREAR
SOU DO SUBÚRBIO, SOU DO SERENO
DE FELICIDADE EU VOU TE EMBRIAGAR

NESTE PARAÍSO SUBURBANO
UMA HISTÓRIA DE AMOR NASCEU
CARIOCA MINEIRA DE VOZ ABENÇOADA
EM SUAS CANÇÕES MEU CORAÇÃO SE RENDEU
NA SANFONA, CAVAQUINHO OU VIOLA
VÁRIOS RITMOS NESTE TOM DIVINAL
E NOS TERREIROS UMA VOZ ECOAVA
DA LINDA FILHA DE OGUM COM IANSÃ
AO CONHECER NESTE BAIRRO OS BAMBAS
SE ENCANTOU COM A MAJESTADE DO SAMBA

CLARA GUERREIRA DO CÉU IRRADIA
SUA ENERGIA EM NOSSO CANTAR
COM A TABAJARA SACUDINDO A AVENIDA
LÁ VEM PORTELA COM O CANTO DA SABIÁ

Roberto Fármaco, Zé Maria, Gegê de Itaboraí, Hélida Rosa, Tadeu, Dudua Deyê, Carlinhos Mecânico, Shirlei Silva, Silva Junior


VOA MINHA ÁGUIA ALTANEIRA
EMBALA MADUREIRA E OSWALDO CRUZ
SEU MANTO AZUL E BRANCO É FASCINANTE
COM A BATERIA TABAJARA QUE SEDUZ
NESTA VIAGEM CULTURAL E DE FOLIA
PORTELA FALA DE UM ANTIGO CARNAVAL
E DO CORETO EM MADUREIRA RECORDAR
A LINDA TORRE EIFFEL QUE JOSÉ COSTA FOI CRIAR

NO CARNAVAL, PARA ALEGRIA DO POVO
TÃO BELA IMAGEM INSPIROU A TELA
ETERNIZADA POR TARSILA DO AMARAL
QUE A NOSSA ESCOLA VEM MOSTRAR NA PASSARELA

(E ALÉM)
ALÉM DAS FESTAS POPULARES DO SEU BAIRRO
A MODERNÍSSIMA INFLUIU PARA FORMAR
UM SER DE LUZ - QUE LHE ABRAÇOU COM AFINIDADE
E NO BRASIL DEIXOU SAUDADE O SEU CANTAR
SE TRATA DE CLARA: A BRASILIDADE
CLARA NUNES FOI O CANTAR DE UM SABIÁ
SEU REPERTÓRIO VARIADO, QUE BELEZA!
VESTIDO BRANCO? E PÉS NO CHÃO PARA DANÇAR

DO BOLERO PARA O SAMBA, CORREU CHÃO
CLARA GUERREIRA - FILHA DE OGUM COM IANSÃ
MUITA PAIXÃO NA SUA CRENÇA, MUITA FÉ
COM A INFLUÊNCIA NOS CANTOS DE UMBANDA E CANDOMBLÉ

(VEM CLAREAR)
CLAREIA O SAMBA! SALVE O POVO SAMBISTA!
MAS MINHA ESCOLA E MEU AMOR É A PORTELA
JUNTO, MISTURADO E COLORIDO? LÁ VOU EU
ACOMPANHADO DA ÁGUIA DO SAMBA, TÃO BELA (VEM CLAREAR)
(ORA VOA!)

Edynel, Zezé do Pandeiro, João Malandragem, Thiago Miranda, Yuri Soares, Tião Sapê, César As de Ouro, Rafael Vieira, Marcos Lauriano, Gylnei Bueno


CLAREOU O BERÇO DA DIVERSIDADE
ONDE A COMUNIDADE SE FAZ MAIS FELIZ
NO CORETO, TEMPOS ATRÁS, O MODERNO CRIOU RAIZ
MINHA ESCOLA PIONEIRA DESBRAVOU AS TRILHAS DO AMANHÃ
E PRA MATAR A SAUDADE
TRAZ A BRASILIDADE DA FILHA DE OGUM COM IANSÃ

DO INTERIOR DAS GERAIS DE RIQUEZAS CULTURAIS
VIU TRAÇADO SEU DESTINO
PROJETOU DIVINA VOZ
DESATOU TODOS OS NÓS E FINDOU SEU DESATINO
UM BELO HORIZONTE SE FEZ
E QUEM ERA DE UM LUGAR GANHOU LOGO O INFINITO

O SEU CANTO ECOOU NO AR
E O MUNDO FOI TRILHAR
PRA TORNÁ-LO MAIS BONITO

OGUNHÊ, MEU PAI OGUM
EPAHEY, Ò BELA OYÁ
SARAVÁ ILÊ, ILÊ SARAVÁ
A ÁGUIA ACOLHEU A SABIÁ

ALEGRE E MESTIÇA, DO RITMO, RAINHA
MOTUMBÁ, MADRINHA DA SENTINELA
SEU NOME É RECANTO DE POESIA, DA MAJESTOSA PORTELA
O CORAÇÃO PORTELENSE SABE
QUE AQUELE CANTAR NÃO SE CALOU
COM MODERNIDADE, A "CLARIDADE" SE ETERNIZOU

LÁ VEM TROVOADA NÃO É BRINCADEIRA
MAIS UMA ESTRELA EM NOSSA BANDEIRA
CLARA MINEIRA GUERREIRA
NO ALTAR DO SAMBA É A LUZ
QUE ILUMINA MADUREIRA E OSWALDO CRUZ

*ATENÇÃO COMPOSITOR*

O PUBLICANDO NEWS quer divulgar seu samba. Envie áudio em formato mp3 e letra do seu samba para: jornalismo@publicandonews.com.br ou contato@publicandonews.com.br

Curta Nossa Página:

http://www.facebook.com/PublicandoNews

*Atualizaremos em breve com mais áudios e letras


Comentários(0)
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
O material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuição sem prévia autorização.
"Entrega teu caminho ao Senhor, confia nele e tudo o mais ele fará" (Salmos 37.5)